Victor Hugo Murai Guedes, Advogado

Victor Hugo Murai Guedes

Curitiba (PR)
16seguidores14seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Graduado no curso de direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, com especialização em Direito Contemporâneo com Ênfase em Direito Público pela Universidade Positivo. Advogado no escritório Borges, Bringhenti & Guedes - Advogados Associados.

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 5%
Direito Ambiental, 5%
Direito Agrário, 5%
Direito do Trabalho, 5%
Outras, 80%

Correspondência Jurídica

Serviços que realizo como correspondente jurídico
Peças
Cargas
Andamentos
Distribuições
Audiências
Conciliação

Comentários

(39)
Victor Hugo Murai Guedes, Advogado
Victor Hugo Murai Guedes
Comentário · há 9 meses
Discussão interessante!
Realmente, a morosidade do judiciário implica em um sentimento de impunidade, o que nos faz até mesmo duvidar de sua eficiência.
Contudo, no meu humilde ponto de vista, não sei se esta decisão foi o melhor caminho, até porque, é provável que a quantidade de prisões injustas aumentem, o que poderia acarretar num aumento de demandas pleiteando a indenização por danos morais em face do Estado.
E ainda, a
Constituição é clara quanto a presunção de inocência até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, Art. , LVII, CF.
Assim, creio que o principal problema seja a morosidade do sistema judiciário, sendo que, caso o mesmo fosse mais ágil e eficiente, o julgamento garantiria a preservação do princípio supramencionado, e também amenizaria o sentimento de impunidade, pois em caso de condenação, a mesma aconteceria mais rápido.
Maaaas, como resolver o problema da morosidade sem encurtar o caminho?
Aí é que se percebe que o buraco é mais embaixo, não é necessário apenas uma nova interpretação da Constituição, e sim, maior investimento em infraestrutura, tornando o sistema judiciário mais ágil e eficiente, e com tudo que o acusado tem direito.
Victor Hugo Murai Guedes, Advogado
Victor Hugo Murai Guedes
Comentário · há 9 meses
Discussão interessante!
Realmente, a morosidade do judiciário implica em um sentimento de impunidade, o que nos faz até mesmo duvidar de sua eficiência.
Contudo, no meu humilde ponto de vista, não sei se esta decisão foi o melhor caminho, até porque, é provável que a quantidade de prisões injustas aumentem, o que poderia acarretar num aumento de demandas pleiteando a indenização por danos morais em face do Estado.
E ainda, a
Constituição é clara quanto a presunção de inocência até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, Art. , LVII, CF.
Assim, creio que o principal problema seja a morosidade do sistema judiciário, sendo que, caso o mesmo fosse mais ágil e eficiente, o julgamento garantiria a preservação do princípio supramencionado, e também amenizaria o sentimento de impunidade, pois em caso de condenação, a mesma aconteceria mais rápido.
Maaaas, como resolver o problema da morosidade sem encurtar o caminho?
Aí é que se percebe que o buraco é mais embaixo, não é necessário apenas uma nova interpretação da Constituição, e sim, maior investimento em infraestrutura, tornando o sistema judiciário mais ágil e eficiente, e com tudo que o acusado tem direito.

Perfis que segue

(14)
Carregando

Seguidores

(16)
Carregando

Tópicos de interesse

(69)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Curitiba (PR)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Victor Hugo Murai Guedes

Rua Professora Marieta de Souza e Silva, 2313, Sl, Afonso Pena - São José dos Pinhais (PR) - 83050-160

(041) 3385-26...Ver telefone

(041) 9177-00...Ver telefone

(041) 9568-55...Ver telefone

Entrar em contato